Apresentação

 

A Fundação Perseu Abramo organiza o painel Novembro Negro, integrando a luta antirracista no mês da Consciência Negra. Estarão disponíveis registros da atuação pelo combate ao racismo nas resoluções partidárias, documentos das ações petistas no legislativo e executivo, além de textos de jornais e cartazes históricos – disponíveis para download. Serão realizados diálogos e homenagens a lideranças pelo combate ao racismo: Lélia Gonzáles, Luiza Bairros, Hamilton Cardoso e Milton Barbosa.

A militância antirracista protagonizou a cena política internacional no ano de 2020. Em um momento marcado por inéditas restrições de circulação e de reunião devido à pandemia de Covid-19, foram organizadas grandes mobilizações e intervenções públicas em diversos países. Ações desta monta em um contexto tão adverso são uma vitória dos movimentos sociais pelo combate ao racismo, e também uma demonstração contundente da urgência social, neste início dos anos 20 do século XXI, pelo estabelecimento de mudanças profundas para eliminação do racismo.

Neste contexto, o Partido dos Trabalhadores, que completou 40 anos de existência, comemora também o aniversário de 25 anos da criação da Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT. O Centro Sérgio Buarque de Holanda, cuja tarefa é salvaguardar e disponibilizar a documentação histórica do PT, oferece neste painel um amplo conjunto de registros da luta pelo combate ao racismo dentro e fora do partido.

O painel disponibiliza os documentos semanalmente, organizados em três eixos.

  • Sociedade brasileira e racismo
  • Organização política antirracista
  • Conquista de direitos e políticas públicas

Na primeira semana, reúne documentos da identificação e denúncia do racismo no Brasil e no mundo através dos jornais do PT, da revista Teoria e Debate, e de publicações da Fundação Perseu Abramo. Para a modificação deste quadro, o segundo eixo temático evidencia o caminho percorrido, o intenso esforço coletivo pela construção de movimentos sociais na sociedade civil em geral e do trabalho de grupos específicos pela construção deste espaço de debate e luta dentro da estrutura partidária. Este percurso é evidenciado nas Resoluções de Encontros e Congressos Nacionais do PT, notícias da mobilização política nos seus jornais, cartazes de mobilização e estudos acadêmicos sobre o tema. Pra finalizar o trajeto proposto no painel Novembro Negro, estarão disponíveis documentos do resultado desta organização e luta política: projetos e programas de políticas públicas no poder executivo federal, bem como registros da atuação petista no legislativo pelo combate ao racismo.

Navegue pela exposição: