Apresentação

A Fundação Perseu Abramo, por meio do Centro Sérgio Buarque de Holanda (CSBH), tem sob sua guarda registros de uma das experiências mais importantes da classe trabalhadora na história recente do Brasil. O CSBH é responsável pelo tratamento e disponibilização do arquivo histórico do PT e de outros arquivos a ele relacionados, bem como pelo fomento à pesquisa e à reflexão sobre a história do partido e da classe trabalhadora. Um de nossos compromissos é permitir que a gama de projetos aventados pelos distintos atores que compõem o Partido e nos diversos contextos históricos que este atravessou – registrada em documentos textuais, iconográficos, audiovisuais, tridimensionais e outros – contribua para o enriquecimento do debate democrático dentro e fora do Partido.

Com relação à documentação, hoje o CSBH abriga praticamente todo o acervo do Diretório Nacional do PT produzido anteriormente a 1989, bem como alguns conjuntos elaborados até 2006. Traduzido em números, o acervo sob guarda do CSBH reúne cerca de:

– 110 metros lineares de documentação textual (equivalente a mais de 900 caixas-arquivo),
– 300 adesivos,
– 1.970 cartazes,
– 8.040 fotogramas em folhas de contato fotográfico,
– 745 diapositivos,
– 21.450 fotografias,
– 24.030 negativos,
– 1.450 fitas audiomagnéticas,
– 1.410 registros audiovisuais em diferentes formatos,
– 80 bandeiras e faixas,
– 1.000 broches,
– 200 camisetas,
– outros materiais: brindes de campanha, bolsas, discos de vinil, bonés e chaveiros.

O acervo compreende cerca de 50 conjuntos documentais – os chamados fundos, conjuntos de documentos acumulados por pessoas ou instituições, e também coleções temáticas. O Guia do Acervo disponibiliza a descrição de cada um destes conjuntos, contendo histórico da instituição de origem dos documentos ou, no caso dos acervos pessoais, a biografia do doador; a trajetória do próprio acervo até chegar ao CSBH; uma descrição sucinta do conteúdo dos documentos compreendidos naquele conjunto; além de informações como período abarcado, tipos de suporte (papel, objetos, tecidos) e identificação arquivística.

Nos últimos anos temos trabalhado para diversificar e ampliar o acesso a esta documentação. Estamos construindo também um acervo de entrevistas com base na metodologia da história oral, recolhendo depoimentos de militantes e lideranças que contribuíram para a trajetória do Partido. A reunião destas memórias oferece novos pontos de vista e matizes sobre esta história, complementando e enriquecendo nosso acervo.

Além disso, estamos trabalhando na digitalização do acervo para sua disponibilização em base de dados disponível em nosso site, por meio da qual é possível realizar buscas por uma série de variáveis como nomes de pessoas e instituições, datas, cidades, eventos, categorias etárias, étnico-raciais, entre outros. A ferramenta foi lançada em 2016, disponibilizando o acervo iconográfico do CSBH, incluindo fotos de eventos por todo o país, como manifestações políticas, campanhas eleitorais, de encontros e congressos do PT, e cartazes de divulgação de atividades de movimentos sociais e do PT. O trabalho de digitalização do acervo é contínuo, e tem como objetivo disponibilizar online toda a documentação disponível para consulta no CSBH.

O CSBH conta, ainda, com uma linha de publicações que objetivam contribuir com a difusão e circulação de conhecimento sobre a história das lutas da classe trabalhadora. Destaca-se a revista de história e ciências sociais, PERSEU: História, Memória e Política, que já tem 10 anos de existência. Uma das características singulares que diferencia a PERSEU de outros periódicos de difusão da produção historiográfica acadêmica é que, por se constituir no interior da Fundação Perseu Abramo, temos a oportunidade de acolher estudos que conciliem, aberta e democraticamente, o rigor necessário à produção de conhecimento com o engajamento e posicionamento político. A noção de imparcialidade técnica se impõe frequentemente como “medida de qualidade” do conhecimento, o que resulta em aparente despolitização do exercício da produção de conhecimento, modelo autoritário e que tem se imposto através do controle de recursos destinados às etapas desta produção, dentre as quais se inclui a sua publicação e circulação. A revista PERSEU objetiva contribuir com a criação de um espaço de circulação de conhecimento democrático, com posicionamento de esquerda, e politizado. Além da revista, editamos também os Cadernos Perseu, coleção que busca divulgar obras que constituem documentos históricos relevantes para a memória e história da esquerda.

Conservar e difundir a memória e a história do Partido dos Trabalhadores, localizando-o num contexto mais amplo de luta da classe trabalhadora, é a tarefa a partir da qual se orientam todas estas ações. A disputa pela narrativa, pela interpretação e atribuição de sentidos às ações dos homens e mulheres no tempo, é parte da disputa política do presente. É desta forma que o CSBH visa contribuir para os grandes desafios que o Partido tem adiante.