Pauta Brasil da próxima sexta-feira, 1º de abril, será dedicado ao debate sobre mineração e proteção de reservas indígenas. Com mediação de Nilto Tatto, Aléssia Bertuleza Tuxá, Penildon Silva Filho, Quenes Gonzaga Vilanova e Romeu da Silva Vasconcelos para aprofundar questões ligadas à mineração em áreas indígenas/ de proteção ambiental (como "resposta" à crise de fertilizantes) e, em geral, sobre riscos ambientais crescentes como consequências do conflito na Ucrânia (por exemplo, retomada do ímpeto no óleo e gás de xisto).

Aléssia Bertuleza Tuxá é advogada, primeira indígena aprovada para o cargo de Defensora Pública da Bahia. Advogada dos professores indígenas da Bahia e mestre em Direito pela Universidade Federal da Bahia, professora de Direito Internacional.

Penildon Silva Filho é professor da Universidade Federal da Bahia, doutor em Educação, integra o Conselho Curador da Fundação Perseu Abramo e é secretário Nacional de Meio Ambiente e Desenvolvimento do PT.

Quenes Gonzaga Vilanova é socióloga, mestre em Educação, ex-Ouvidora Nacional dos Povos Indígenas.

Romeu da Silva Vasconcelos é Coordenador do Setorial Indígena Nacional do PT.

A mediação será do deputado federal Nilto Tatto, coordenador do Napp Meio Ambiente da Fundação Perseu Abramo.

Pauta Brasil recebe especialistas, lideranças políticas e gestores públicos para discutir os grandes temas da conjuntura política brasileira. Os debates são realizado nas segundas e sextas-feiras, sempre às 17h, e serão transmitidos ao vivo pelo canal da Fundação Perseu Abramo no YouTube, sua página no Facebooke perfil no Twitter, além de um pool de imprensa formado por DCM TV, Revista Fórum, TV 247 e redes sociais do Partido dos Trabalhadores.