O ciclo de Seminários 'Saberes da Amazônia' realiza sua terceira mesa no dia 16 de dezembro, com o tema ‘Produção familiar Agroextrativista, florestal e das águas’, simultaneamente às 18h30 (Belém), 17h30 (Manaus), 16h30 (Rio Branco).

Esta mesa debaterá os desafios da produção familiar agroextrativista, florestal e das águas com o objetivo de fortalecer essas atividades de forma condizente com seus modos vida e práticas tradicionais.

Essas comunidades produzem soluções para o manejo sustentável da biodiversidade amazônica e são agentes fundamentais para a soberania alimentar na Região, porém, enfrentam muitos desafios como o financiamento insuficiente; a ausência de infraestrutura; a marginalização de sua cultura e saberes e a fragilidade do sistema de ciência, tecnologia e inovação regional que poderia ser o instrumento para agregar valor a seus produtos.

Hoje, essa situação é agravada pela fragilização das políticas públicas de promoção da Agricultura Familiar como o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), pela desestruturação da política de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e pelo incentivo do governo Bolsonaro ao desmatamento, à mineração ilegal e à grilagem de terras na Amazônia.

Estão confirmadas as participações de Karol Cavalcante (PA), mediadora;

Rodrigo Faccioni (engenheiro agrônomo agroecólogo) , relator; os debatedores/as serão José Benatti (UFPA), Neidinha Suruí-KANINDÉ – RO, Ângela de Jesus - FETAGRI – PA e João Pedro Gonçalves (ex. pres. FUNAI/Senador) – AM.