São 829 dias desde que Marielle Franco foi assassinada numa rua da região central do Rio de Janeiro, crime que vitimou também o motorista Anderson Gomes e chocou a opinião pública internacional. No próximo dia 14, sua morte vai completar dois anos e quatro meses.

A tvPT desta sexta-feira, 3 de julho, a partir das 11 horas, vai mostrar que, apesar de sua ausência, Marielle deixou um legado de luta e de exemplo que segue com suas bandeiras hasteadas no Rio de Janeiro, em especial, e em todo o país. As palavras de ordem “Marielle Vive” e “Marielle Presente” não são retóricas, são expressão de uma luta que mantém seu curso.

Um breve exercício de imaginação permite imaginar a diferença que Marielle estaria fazendo na cena política nesses tempos de bolsonarismo, milícias, preconceitos, truculência, aumento das desigualdades sociais e de desprezo oficial pelas vidas humanas, especialmente de quem vive nos morros e periferias.

Créditos: arte FPA

Para falar desse legado e do modo como militantes e coletivos estão mantendo vivo esse movimento de luta social, a tvPT desta manhã recebe Dani Monteiro, deputada estadual do Rio pelo Psol e ex-assessora parlamentar de Marielle, e Thainã Medeiros, coordenador de projetos do coletivo Papo Reto, movimento que atua no combate e prevenção da violência de toda a sorte, oficial ou clandestina, no Complexo do Alemão.

Os dois comungam das mesmas lutas que Marielle simbolizava. No programa, eles vão compartilhar da experiência de seguir militante popular de esquerda nesse período de autoritarismo e pandemia de Covid-19 nos dois fronts da luta, o parlamento e o movimento social no morro, ações políticas que o bolsonarismo despreza e combate.

A tvPT pode ser assistida, ao vivo, no canal do PT Nacional no Youtube e no perfil do PT-Partidos dos Trabalhadores no Facebook. Os programas seguem depois gravados no Youtube.