Em estudo minucioso, o Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica (CECON-IE da UNICAMP) comprova os prejuízos que a aprovação da MP 936, nos termos em que foi editada, pode dar aos assalariados brasileiros.

O PT já formulou Emenda Global para a retificação no processo de conversão da MP, cujo texto está disponível aqui no Observatório.

Como destaca o professor Guilherme Mello, membro do NAPP-Economia e docente na UNICAMP, “a conclusão é muito grave para os salários dos trabalhadores.  A compensação pelo pagamento proporcional de parcelas do seguro desemprego será insuficiente para igualar a renda inicial do trabalhador, a não ser para trabalhadores que recebem o salário mínimo. Com isso, tanto a renda dos trabalhadores quanto a massa de salários devem cair. Os trabalhadores que ganham 3 salários mínimos podem apresentar uma queda de renda entre 10,5% e 42,2%, a depender do cenário. No caso de renda de 5 salários mínimos, a perda pode alcançar até 65,3% , ou seja, o trabalhador com salário mensal de R$ 5.225,00 passaria a receber R$ 1.813,03.”

O estudo está acessível em https://www.eco.unicamp.br/images/arquivos/nota-do-cecon-MP936-F2.pdf