Responsável por mobilizar milhares de pessoas desde 2015 contra o impeachment da presidenta eleita pelo povo Dilma Rousseff, contra as reformas trabalhista e da Previdência e pelos direitos sociais, a Central de Movimentos Populares (CMP) realiza, de 4 a 8 de abril, o VI Congresso Nacional na cidade de Guararema (SP).

O ex-presidente Lula é esperado no evento que contará com a participação de militantes de movimentos populares e sociais de várias partes do país. A CMP é composta por movimentos populares urbanos de moradia, saúde, educação, além de associações comunitárias, entre outros.

Este congresso ainda reunirá cerca de 300 delegados e delegadas de 15 estados e contará, em sua abertura, com mais de 600 militantes da entidade.

Entre os principais temas do Congresso estão: análise da conjuntura, a relação dos partidos com os movimentos populares, a atual situação urbana do país, as diretrizes para atuação dos movimentos populares para o próximo período, bem como a eleição da nova direção nacional da CMP.

“Será uma grande honra para nós da CMP prestar apoio e solidariedade ao presidente Lula. Temos absoluta certeza de sua inocência”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador geral da CMP-SP.

Bonfim aponta que é grande a expectativa sobre o resultado do julgamento. “A Constituição Federal reza que ninguém será preso antes do trânsito em julgado. O STF terá que aceitar o recurso”, destaca.

O coordenador nacional da CMP, Eduardo Cardoso, se diz confiante no resultado. “Esperamos a vitória e, em caso positivo, aguardamos o Lula no Congresso para comemoramos juntos com a militância”, assinala.
Ato de Abertura VI Congresso Nacional da CMP

Data: 4 de abril, às 16h
Período do Congresso: de 4 a 8 de Abril
Local : Escola Florestan Fernandes (Rua José Francisco Raposo1140 – Bairro Parateí, Guararema/SP)

Informações:
Silene – 11- 97683.2499
Rosário Méndez -11- 99757.0725