Inflação no varejo e no atacado apresentam comportamentos distintos em outubro

FPA Informa 208 – Inflação no varejo e no atacado apresentam comportamentos distintos em outubro

 

208

10 de outubro de 2014
ECONOMIA NACIONAL
Inflação no varejo e no atacado apresentam comportamentos distintos em outubro: Enquanto a inflação no atacado, medida pelos Índices Gerais de Preços (IGPs), reinicia uma trajetória de queda e deflação, a inflação no varejo (medida pelos Índice de Preços ao Consumidor (IPCs) parece iniciar o mês em aceleração, ainda carregando o efeito dos aumentos nos preços dos alimentos, e da energia elétrica, do mês de setembro. A primeira prévia do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) do mês de outubro indicou deflação de 0,07%, contra alta de 0,26% no mesmo período do mês passado, apontando para uma queda nos preços no atacado (-0,24% contra 0,31% da última leitura), principalmente nos produtos agropecuários (-0,23% contra 0,81% da leitura anterior). O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que compõe 30% do IGP-M, apresentou trajetória ascendente, de 0,18% para 0,30% neste mês, puxado pelo grupo alimentação, que subiu 0,45% nesta última leitura. Na mesma direção, o IPC-FIPE, que mede a inflação no varejo na cidade de São Paulo, mostrou que a primeira semana do mês de outubro apresentou uma leve aceleração da inflação ao consumidor, subindo 0,32% ante 0,21% da última leitura de setembro. Mais uma vez, alimentação pressionou o índice, que partiu de alta de 0,72% na última semana do mês anterior para alta de 1,11% na primeira semana de outubro.
Comentário: O descompasso entre a inflação verificada nos índices do atacado e do varejo é comum em uma economia em que os índices de preços ainda estão muito atrelados, por exemplo, ao preço de commodities alimentícias, que apresenta grande variação entre um mês e outro, dado questões climáticas e de safra. Neste caso, a variação dos preços no atacado apresenta um período (geralmente algumas semanas ou meses) para ser repassado aos preços no varejo, o que possibilita cenários como o atual, onde o preço no atacado já voltou à sua trajetória descendente enquanto os preços no varejo mantém sua trajetória de aceleração, refletindo o aumento de preços no atacado que ocorreu há mais de um mês. A tendência, no entanto, é que nas próximas leituras de outubro já apontem para uma desaceleração da inflação do varejo em linha com a queda de preços no atacado, o que deve levar o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês de outubro a se comportar de maneira mais benigna do que o verificado em setembro.
AGENDA DO DIA
EVENTO HORÁRIO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO
IGP-M 9h FGV
Análise: Guilherme Mello, Economista
Acesse: www.fpabramo.org.br
Este email foi enviado para %%emailaddress%%
Para cancelar o recebimento deste email clique aqui