Curso de Difusão do Conhecimento em Gestão Pública e Resistência ao Golpe

O curso

O curso aconteça ao longo de 3 meses, com 110 horas totais, sendo 90h on-line e 20h presenciais. Dentre as aulas presenciais constam: abertura, encerramento e três oficinas presenciais. São 15 aulas virtuais que discutem políticas públicas no Brasil e estratégias de organização pós-golpe.

 

As datas presenciais são formadas por:

1) abertura (a combinar com o parceiro na localidade, podendo ser a executiva do partido, movimentos parceiros, sindicatos etc.), com a presença de uma autoridade para uma aula magna e de representante da Fundação Perseu Abramo (FPA) para apresentação da plataforma do curso, onde as aulas acontecem;

2) compromissos presenciais a cargo da tutoria, como oficinas de reforço em torno do conteúdo presente nas aulas do AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem); e

3) encerramento, avaliação do curso, registro de sugestões e entrega dos certificados.

O curso é destinado a movimentos sociais, movimentos populares, militantes da esquerda e do Partido dos Trabalhadores (PT). Não é necessário ser filiado ao PT para se inscrever. É um curso aberto e precisamos da mobilização dos movimentos sociais e parceiros na aglutinação de forças. Portanto, é uma oportunidade para unir forças e promover o debate do campo progressista pós-golpe.

Para levar o curso até a sua localidade, basta que o diretório ou o movimento local parceiro da FPA, em conjunto com a equipe do curso, defina a data de abertura – a partir dela, as outras datas serão definidas.

Não há custos envolvidos.

A equipe da FPA é enviada pela própria Fundação. A palestrante da aula inaugural é responsabilidade da executiva local, bem como a definição da mesa de abertura. A executiva local ainda indica um nome para tutoria que vai ser orientado sobre as tarefas e responsabilidades. Demais questões devem ser resolvidas entre os responsáveis locais e a equipe da Fundação.

Programa

Os cursos dá área de Conhecimento para Gestão e Resistência ao Golpe são em dois formatos: o mais voltado a luta contra o golpe a gestão dos movimentos (Difusão) e o ligado às gestões municipais (Capacitação) os temas e aulas que cada um aborda seguem a tabela abaixo:

Difusão “Gestão e resistência de organizações populares” – militância/movimentos/sindicatos Capacitação: “Governar e se organizar a partir do Golpe” – mandatos/governo/base de apoio
Abertura (Responsável – PT Local): Evento de Abertura 6 horas.Abertura oficial das autoridades convidadas e composição da mesa de abertura. Palestra como Aula Inaugural alguma autoridade ou intelectual convidado a fazer uma análise política do momento. Apresentação da plataforma do curso. Abertura (Responsável – Governo): Evento de Abertura 6 horas. Abertura oficial das autoridades convidadas e composição da mesa de abertura. Palestra como Aula Inaugural alguma autoridade ou intelectual convidado a fazer uma aula sobre experiências de esquerda na gestão. Apresentação da plataforma do curso.
Núcleo Temático 1: (online) – 30 horas Núcleo Temático 1: (online) – 30 horas
Aula 1: História do Estado Brasileiro – Andrea Azevedo

Aula 2: Sindicatos e movimentos sociais pós-1964 – Kjeld Jakobsen

Aula 3: Partidos Políticos no Brasil – José Genoíno

Aula 4: Dez anos de governo pós-neoliberais – Marilena Chauí

Aula 5: Nova estrutura de Classes no Brasil - Willian Nozaki

Aula 1: História do Estado Brasileiro – Andrea Azevedo

Aula 2: Partidos Políticos no Brasil – José Genoíno

Aula 3: Sindicatos e Movimentos Sociais pós-64 – Kjeld Jakobsen

Aula 4: Desigualdade e desenvolvimento no Brasil – Marcio Pochmann

Aula 5: Novos desafios sobre a cidade brasileira – Fernando Haddad (a confirmar)

Oficina 1: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor) Oficina 1: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor)
Núcleo temático 2: (online) – 30 horas Núcleo temático 2: (online) – 30 horas
Aula 6: Análise de Conjuntura –  Denise Dau

Aula 7: Planejamento da Ação Política – Greiner Costa

Aula 8: Organização da Agenda Política – Greiner Costa

Aula 9: Armadilhas da Mídia e da Comunicação – Reginaldo Moraes

Aula 10: Comunicação e militância Política – Otávio Antunes

Aula 6: Análise de Conjuntura – Denise Dau

Aula 7: O golpe de 2016 e a reação do campo democrático popular – Luis Vitagliano

Aula 8: Comunicação e Militância Política – Otávio Antunes

Aula 9: Sergio Buarque e a Formação Social do Brasil

Aula 10: Milton Santos e Geopolítica Urbana

Oficina 2: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor) Oficina 2: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor)
Núcleo temático 3: (online)30 horas Núcleo temático 3: (online) – 30 horas
Aula 11: O golpe de 2016 e a reação do campo democrático popular – Luis Vitagliano

Aula 12: A judicialização da Política – Maria Luiza Quaresma Tonelli

Aula 13: O neoliberalismo e o pós-neoliberalismo – Eduardo Tadeu

Aula 14: Desigualdade e desenvolvimento no Brasil – Marcio Pochmann

Aula 15: Novos desafios sobre a cidade brasileira – Fernando Haddad (a confirmar)

Aula 11: Integração de Governo e Ferramentas de Gestão – Toni Cordeiro

Aula 12: Organização da Agenda Política – Greiner Costa

Aula 13: Planejamento da Ação Política – Greiner Costa

Aula 14: O ciclo das Políticas Públicas – Alexandre Guerra

Aula 15:  Políticas Transversais – Mariana Mazzini

Oficina 3: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor) Oficina 3: 4 horas – presencial (Responsável: Tutor)
Cerimônia de Encerramento: 2 horas – Executiva Local e/ou Estadual – (Atividade de avaliação e exercício), discurso de encerramento e entrega de certificados. Cerimônia de Encerramento: 2 horas – Executiva Local e/ou Estadual – (Atividade de avaliação e exercício), discurso de encerramento e entrega de certificados.

Perguntas frequentes

1. Qual o curso mais adequado para minha realidade?

 

Dividimos em duas possibilidades os cursos: de um lado uma proposta que foca mais em participantes que estão envolvidos DIRETAMENTE na GESTÃO e, de outro, lado para movimentos sociais e sindicais que estão trabalhando na resistência ao golpe e trabalham a GESTÃO INDIRETAMENTE – seja na relação e negociação com o setor público, seja na sua agenda e pauta de reivindicações, seja na própria organização da gestão cotidiana do movimento.

Portanto, para as prefeituras que o PT tem ou para aquelas em que somos parceiros, convidamos os envolvidos na gestão, os parceiros e movimentos daquele lugar para o curso “Governar e se organizar a partir do Golpe”. Para os movimentos e organizações que estão na resistência ao golpe e enfrentando governos opressores e antidemocráticos, recomendamos o “Gestão e resistência de organizações populares”. Ambos tem eixo central de formação nos temas progressistas, mas um programa que foca mais na questão da gestão e outro na resistência necessária ao golpe.

2. Como será o material didático? Será de quem a responsabilidade?

O material didático está todo online. Temos uma pequena cartilha que explica como acessar o sistema, que tarefas mínimas devem ser executadas e onde encontrá-las no curso. Se o próprio diretório ou parceiro que organiza o curso puder imprimir essa cartilha, podemos encaminhá-la com antecedência. Mas, o diretório não tem a necessidade de fazer nada. Está tudo disponível e de fácil acesso no ambiente virtual de aprendizagem (AVA).

Blocos, pastas, canetas… não distribuímos. Se vocês o parceiro local quiser fazer, é de sua inteira responsabilidade. Levamos livros, distribuímos e sorteamos de 15 a 20 livros em cada aula de abertura. O resto está on-line no site da FPA.

3. Qual é o número mínimo e o máximo de participantes?

O número mínimo por turma é de 50 pessoas. Com menos que isso, é difícil justificar toda estrutura preparada para desenvolver o curso e os gastos envolvidos. Mas, cada turma pode comportar até 200 participantes. Geralmente, as turmas começam com 80 a 100 pessoas.

Lembrando que os recursos são institucionais e devem ser bem utilizados. As desistências sem justificativa podem ser consideradas desperdício de recursos. Estamos trabalhando agora com a expectativa de que pelo menos 50 participantes terminem o curso. Para isso, precisamos que 80 ou 90 comecem. Em geral, mais de 50% dos que iniciam o curso seguem até seu término.

4. O curso poderá ser descentralizado em várias sedes ao mesmo tempo? Como isso funciona com as etapas presenciais?

Cada sede tem um curso. Podemos ter no mesmo estado 3, 4 ou 5 cursos funcionando ao mesmo tempo. Os encontros presenciais em que as direções participam são dois: abertura (discursos e falas na mesa de abertura, aula inaugural) e encerramento (fotos e entrega de certificados). As intermediárias são oficinas em que o tutor é o responsável. Essa agenda varia e os roteiros são enviados pela Fundação.

Então, se os estados se organizarem para fazer 6 turmas entre capitais, cidades polos e interior, não há problema, desde que a agenda seja organizada. Por exemplo, se temos 6 datas próximas para realizar as aberturas, é só agendar e cumprir os prazos. Feito isso, o curso tem dinâmica própria e o encerramento pode ser dividido entre os dirigentes que irão entregar o certificados na cerimônia de encerramento.

5. Qual é o perfil sugerido para tutor? A tutoria será remunerada?

A sugestão de perfil de tutor é de jovem; até seus 40 anos. Mas isso não é uma regra. O importante é ter boa atuação na internet e disponibilidade pra fazer as oficinas e ajudar o pessoal que tem dúvidas. Pesa no desenvolvimento do trabalho o apoio em dúvidas sobre acesso às aulas, trabalhos, tarefas etc. O conteúdo é auto explicativo e, por isso, existem poucas dúvidas sobre o ele. Nas oficinas, nos encontros presenciais e em datas agendadas, é possível sanar essas dúvidas.

Os temas e roteiros das oficinas são enviados pela FPA, mas nada impede que a direção local proponha ou realize uma oficina com sua própria estrutura. Tudo isso vai se formando naturalmente no desenvolvimento das atividades.

A Fundação garante uma ajuda de custo padrão para cada tutor, mediante contrato de pessoa física (cada turma um tutor). Esse tutor poderá assumir uma turma por ano. Cada turma aberta tem a necessidade de um tutor.

6. A certificação será somente da FPA?

Estamos negociando com uma instituição parceira (de nível superior) a certificação em conjunto. Mas ainda não temos nada fechado. Portanto, hoje a resposta é que a certificação ainda é somente da FPA.

Equipe

Luís Fernando Vitagliano é professor universitário de Ciência Política. Participou do curso de “Políticas Macroeconômicas e Finanzas Publicas” na CEPAL em Santiago do Chile e estudar por um período letivo na Universidad Complutense de Madrid onde manteve diálogo sobre estratégias de desenvolvimento em países latino-americanos. Trabalha com o tema de Gestão Pública desde 2005 quando integrou o Grupo de Pesquisa sobre Políticas Públicas na Unicamp e atualmente faz parte desse esforço de construção do Laboratório de Gestão e Políticas Públicas da Fundação Perseu Abramo. E-mail: [email protected]

 

Laura Martin da Cruz ingressou em Economia em 2014, mudou de curso e foi para a USP estudar Bacharelado em Letras com habilitação em Português/Francês. Militante petista desde a juventude, foi coordenadora de agenda na campanha eleitoral de 2012; atualmente no movimento estudantil, milita na juventude petista e integra a equipe do Curso de Difusão de Conhecimento em Gestão Pública na Fundação Perseu Abramo. E-mail: [email protected]

Isabella Jinkings é socióloga. Fez graduação em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo – USP, mestrado na UFSC, doutorado e pós doutorado em Ciências Sociais, com ênfase em Estado e Políticas Públicas. Integra atualmente a equipe do Curso de Difusão de Conhecimento em Gestão Pública na Fundação Perseu Abramo – FPA e é tutora do Curso de Especialização em Estado, Políticas Públicas e Gestão de Entidades da Sociedade Civil, também da FPA. E-mail: [email protected]

Antonio Lopes Cordeiro é Estatístico e Mestre em Administração com ênfase em Gestão e Negócios, pesquisador em Gestão Pública e Social e coordenador do Programa de Capacitação em Gestão Pública nas Prefeituras Petistas da Fundação Perseu Abramo. Integra a equipe do Curso de Difusão de conhecimento em Gestão Pública na Fundação Perseu Abramo. E-mail: [email protected]

Roberta Coimbra é responsável pela secretaria do curso. Telefone para contato: (11) 5571-4299 ramal 116. E-mail: [email protected]

Próximas turmas

21/10 – Campinas/SP
27/10 – União/PI
28/10 – Castelo do Piauí
28/10 – Parnaíba/PI
29/10 – Maringá/PR
07/11 – Lajeado/RS
11/11 – Guanambi/BA
12/11 – Cruz das Almas/BA
24/11 – Altamira/PA
26/11 – Itaituba/PA
02/12 – Arujá/SP
02/12 – Votuporanga/SP