Em relatório publicado no último dia 7 de abril, a Organização Internacional do Trabalho (OIT/ONU) alerta que de acordo com suas projeções a pandemia da Covid-19 vai provocar efeitos catastróficos sobre o mercado de trabalho mundial neste segundo trimestre de 2020. A agência estima que deverá ocorrer o fechamento de 195 milhões postos de trabalho em tempo integral, o que corresponderia a uma redução de 6,7% das horas de trabalho ao redor do mundo.

De acordo com Guy Ryder, diretor geral da OIT, “Trabalhadores e empresas estão enfrentando uma catástrofe, tanto nas economias desenvolvidas quanto nas em desenvolvimento. Precisamos agir rápido, decisivamente e juntos. Medidas corretas e urgentes podem fazer a diferença entre sobrevivência e colapso ".

De um modo geral, a OIT calcula que 2,7 bilhões de trabalhadores estejam sendo afetados de alguma maneira pela pandemia, seja por conta do desemprego, das reduções de jornada ou da queda em suas remunerações. Desse contingente, aproximadamente 1,25 bilhões de trabalhadores estariam em condições de elevada vulnerabilidade, pois não possuem vínculos formais de emprego e estão sujeitos a condições de vida muito precárias.